segunda-feira, outubro 30, 2006

Talvez eu fosse ...


Talvez eu fosse bom, se apenas desse tudo de mim sem sequer questionar,
Talvez eu fosse boa pessoa, se ignorasse a indiferença e desse as duas faces da cara,
Talvez eu fosse bom cristão, se rezasse em vez de orar,
Talvez eu fosse santo, se me ajoelhasse durante o pecado,
Talvez eu fosse bom amigo, se ajudasse sem ver,
Talvez eu fosse bom companheiro, se não olhasse a quem precise,
Talvez eu fosse bom irmão, se esquecesse os restantes,
Talvez eu fosse bom filho, se escolhesse os pais,
Talvez eu fosse bom marido, se ignorasse quem sou,
Talvez eu fosse bom pai, se não soubesse ser filho,
Talvez eu fosse bom juiz, se condenasse em vez de julgar,
Talvez eu fosse bom elemento, se cumprisse e não pensasse,
Talvez eu fosse bom, se apenas desse tudo de mim sem sequer questionar,

Talvez eu fosse ... mas não sou.

4 comentários:

dreams disse...

quem é bom perdoa os erros...
quem ama não deixa errar...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Paula Raposo disse...

Talvez...gostei muito de ler. Beijos.

Ana Luar disse...

Tu és... Tu sabes que és uma pessoa especial... como existem poucas hoje em dia. Esse talvez, nunca se aplicará a ti.... pk és um bom amigo, um bom irmão, um bom companheiro, um excelente pai, etc...etc.. por isso não faz sentido esse talvez... pk... TU ÉS!
:)

maat disse...

Vestimos o fato humano e aceitamos as nossas limitações , e somos o que somos. É quanto nos basta.
O importante é ser dentro destes tremendos limites.

Paz Profunda,



***maat